26 de setembro de 2020
  • Gastronomia.com España
  • Gastronomia.com México
  • Gastronomia.com Perú
  • Gastronomia.com Colombia
  • Gastronomia.com Paraguay
  • Gastronomia.com Argentina
  • Gastronomia.com Ecuador
  • Gastronomia.com Portugal
  • Gastronomia.com USA
Siga-nos no  

4 de dezembro de 2015
Avaliação  (0)
Advertência sobre as bebidas energéticas
FacebookTwitterGoogle PlusLinkedin
Um estudo realizado pelo Instituto Mayo Clinic adverte que o consumo de apenas 473 mililitros de qualquer bebida energética pode causar um aumento na pressão arterial e reações do hormônio do estresse que aumentam o risco de um evento cardiovascular.
 
A relação entre o consumo destas bebidas com um aumento da pressão arterial tem sido sugerido em outros estudos, mas especialistas que assinaram o estudo acrescentam a referência ao sublinhar que, como foi explicado, predispõe ao aumento do risco de eventos cardíacos até mesmo em pessoas saudáveis.
 
Especialistas do Instituto Mayo Clinic conduziu um estudo piloto com um placebo em 25 voluntários saudáveis ​​com uma média de idade de 29 anos.




 
Os participantes consumiram uma bebida energética, uma cerveja e um placebo em ordem aleatória, por cinco minutos, em dois dias diferentes, separados por um período máximo de duas semanas.
 
A bebida placebo tinha sabor e consistência semelhante aos da cor bebida energética, mas faltava a cafeína e outros estimulantes, tais como taurina, guaraná e ginseng.
 
"Os resultados sugerem que as bebidas energéticas devem ser consumidos com cautela devido a riscos potenciais à saúde", disse Anna Svatikova cardiologista que liderou o estudo.

Valora esta noticia