18 de janeiro de 2020
  • Gastronomia.com España
  • Gastronomia.com México
  • Gastronomia.com Perú
  • Gastronomia.com Colombia
  • Gastronomia.com Paraguay
  • Gastronomia.com Argentina
  • Gastronomia.com Ecuador
  • Gastronomia.com Portugal
  • Gastronomia.com USA
Siga-nos no  

28 de maio de 2015
Avaliação  51 (1)
FENADOCE, mais um motivo para conhecer Pelotas
FacebookTwitterGoogle PlusLinkedin
A Fenadoce 2015 já começou! E o feriado está chegando, por isso aproveite a data pra conhecer Pelotas, uma das grandes cidades do Rio Grande do Sul e polo turístico da região.
 
A feira acontece até dia 14 de junho, no Centro de Eventos Fenadoce, e chega a sua 23ª edição ampliando o conceito de multifeira e reforçando o potencial cultural e competitivo da zona sul. Claro, lá você vai encontrar muitos empresários do setor, mas também vai conhecer muito da produção típica local, já que ela promete difundir o trajeto histórico dos doces, que resultam da integração de dezenas de etnias e misturam visões de mundo tanto ocidentais quanto orientais, para todo Brasil e exterior.
 
Não é difícil se perder no espaço para degustação, no fórum de gastronomia, na feira de agricultura, na praça de alimentação. É o turismo gastronômico em foco!




 
Pelotas, turismo na Princesa do Sul
 
Parque da Baronesa
Inaugurado em 1982, o museu preserva uma importante parte da herança colonial da cidade. O acervo de mais de mil peças resgata valores, costumes e tradições do final do século XIX. Além da importância histórica, o parque também é ponto de encontro para diversos eventos culturais.
 
Biblioteca Pública Municipal

A Biblioteca Pública de Pelotas é um lugar de uma arquitetura belíssima, foi fundada em 1875 pelo jornalista Antônio Joaquim Dias. O arquiteto italiano José Izella desenvolveu o projeto, e a construção tem autoria de Manoel Jorge Rodrigues. A inauguração do prédio ocorreu de forma definitiva em 1888, mas somente em 1914 adquiriu dois pavimentos.
 
Mercado Público
A construção é de 1849, do arquiteto Roberto Offer. Apesar de ter sofrido transformações em sua composição original através da reforma de 1914 e do incêndio de 1969, o Mercado Público ainda se destaca como uma das grandes construções do município. Recentemente qualificado, o Mercado oferece um espaço com bares e eventos a céu aberto.
 
Grande Hotel
Uma linda construção que faz parte do patrimônio histórico da cidade, situa-se entorno da Pç. Coronel Pedro Osório e foi um hotel que abrigou diversos hóspedes ilustres como Getúlio Vargas.
 
Charqueada São João
Um dos atrativos turístico que encanta os visitantes, representando a história de nossa cidade. Construída em 1810 pelo charqueador Antônio Gonçalves Chaves, é hoje parte do roteiro turístico-cultural gaúcho. Em estilo colonial, localizada ás margens do Canal São Gonçalo, tem resquícios do que foi a senzala, um jardim ornado de estátuas de Porto, fontes d'água e figueiras centenárias. Em um ambiente agradável e surpreendente, pode-se visitar o quarto que, em 1820, hospedou o naturalista francês Auguste Saint Hilaire.
 
Charqueada Santa Rita
A Charqueada Santa Rita, construída em 1826 em estilo colonial, foi parte importante do Núcleo Charqueador Pelotense e, como tal, parte da história da cidade de Pelotas. Com uma arquitetura primorosamente restaurada e um exuberante jardim centenário, ainda mantém vivo o reflexo do esplendor que foi, um dia, a cidade de Pelotas. Hoje, a Charqueada Santa Rita abre suas portas para visitação turística guiada, a fim de mostrar a sua rica história, seu conjunto arquitetônico e seu jardim. Também possui uma aconchegante Pousada, localizada às margens do Arroio Pelotas, escolhida pelo diretor Jaime Monjardim e pela atriz Daniela Escobar para se hospedarem durante a filmagem da minissérie global "A Casa das Sete Mulheres".

Valora esta noticia